About Gerd , BRIC and Emerging Economies , Conferences and Events , Content & Media , Culture, Society and Art , Economics, Industry, and Business , Ego to Eco , Environment and Green Futures , Future Of , Futurism , Futurists and Futurism , Gerd , Gerd's Videos , Globalization , Innovation , Law and Legal Business , Legacy , Technology , Trends

On tour in Brazil October 30 to November 12: Porto Alegre, Rio, Sao Paulo

I will be spending 2 weeks in Brazil, doing 5 speaking gigs, some workshops and many other meetings and get-togethers – really look forward to this!

Meet me in Porto Alegre BRAZIL at the Congress of Innovation Oct 30 / 31, or in Rio Nov 1-4, or Sao Paulo Nov 5-12:))  Some Context is here (Zerohora Newspaper).  Don't miss this event on Nov 5 at the Museum of Sound in Sao Paulo; and if you are into advertising and marketing join me for the APG's annual convention in Sao Paulo on Nov 12 (see video below). Ping me if you want to meet up!

*** You can download some of my essays in Portuguese as well as some recent press coverage here  (public dropbox folder) ****

From Zerohora: (english-kinda translation by Google here)

"Em uma sociedade cada vez mais conectada pela internet, ganham força a
colaboração e a troca de ideias como motores da inovação. Soluções
adotadas até recentemente já não se aplicam mais. Quem alerta para essa
mudança são dois estudiosos das transformações que a tecnologia vem
impondo: o norte-americano Steven Johnson, professor da Universidade de
Nova York e autor do best seller De onde vêm as boas ideias — a história
natural da inovação, e o alemão Gerd Leonhard, fundador do instituto
Green Futurist, também autor de obras como The Future Of Content, entre
outras.

A dupla de pensadores do futuro estará participando do 5º Congresso
Internacional de Inovação, promovido pela Fiergs, nos próximos dias 30 e
31, em Porto Alegre (informações e inscrições no site
http://www.fiergs.org.br/inovacao2012 ). Johnson e Leonhard anteciparam algumas
das ideias que discutirão no evento em entrevistas concedidas por
e-mail a Zero Hora. Confira os principais trechos.

Gerd Leonhard — Fundador do instituto Green Futurist

ZH – Como o uso cada vez maior das redes sociais está mudando a forma
como as pessoas interagem entre si e se relacionam com as empresas,
enquanto consumidores?

Gerd Leonhard – Estamos nos tornando uma sociedade conectada. Em
alguns casos, tanto “compartilhamento” e transparência poderá acabar com
nossa privacidade, mas, de uma maneira geral, esta nova era traz mais
benefícios. Consequências claras disso são um aumento radical do poder
dos consumidores, maior transparência política e declínio da corrupção,
marketing mais honesto e publicidade mais útil. Deveríamos, aliás,
descartar o termo mídias sociais porque não se trata apenas de mídia,
mas de algo que chamo de Social OS (sistema operacional social). Cada
empresa ou governo deverá se tornar conectado, aberto, transparente e
engajado. Caso contrário, iremos ignorá-los.

ZH – Alguns críticos dizem que a internet tornou disponível um grande
volume de informação, mas o uso que se faz desse conhecimento é
superficial. O senhor concorda?

Leonhard – Em 1971, Marshall McLuhan disse que a aldeia global não é
“quieta e harmoniosa”, mas tem dose considerável de barulho e caos. Não é
questão de overdose de informação, mas de filtro. É aí que os
jornalistas entram: não basta só conteúdo, é preciso contexto. Não se
trata só de volume, mas de dar relevância aos fatos.

ZH – A internet já transformou a indústria musical e agora está
mudando o cinema, a TV e o mercado literário. As corporações ligadas a
esses ramos, porém, parecem não estar faturando como antes. As empresas
terão de se habituar a ganhar menos nesta nova realidade?

Leonhard – Na era dos monopólios, as empresas estavam habituadas a
margens de lucro fantásticas porque os consumidores não tinham escolha.
De agora em diante, os preços por unidade de conteúdo estão caindo, em
alguns casos, até 90% – veja o Netflix (serviço de vídeos online) x
DVDs. As boas notícias são que mais pessoas podem ser alcançadas por
meios digitais, os custos de distribuição são menores e a publicidade
está se tornando digital rapidamente – nos próximos três a cinco anos,
veremos 50% dos orçamentos publicitários – globalmente, uns US$ 600
bilhões – migrarem para meios digitais, móveis e sociais. Há grandes
oportunidades, mas nada será como era 10 anos atrás.

ZH – Atualmente, a Apple é considerada a mais criativa e valiosa empresa do mundo. Essa posição conseguirá ser mantida?

Leonhard – Sou fã da Apple, mas essa visão de mundo extremamente
centrada e controlada que a empresa tem não se sustentará. Eles terão
mais uns bons cinco anos – a genialidade de Steve Jobs continuará a
impulsioná-los nesse período. Startups surgem em toda parte, e a próxima
Apple deverá começar a aparecer já em 2013.

ZH – Há quem aposte que o próximo grande embate no setor de tecnologia será entre Google e Facebook. Quem vencerá essa briga?

Leonhard – Há espaço suficiente para cinco ou seis Googles e
Facebooks, assim, como hoje existe espaço para DHL, Fedex e outras
empresas de correspondência. À medida em que o mundo está se tornando
hiperconectado, será mais importante quais problemas as grandes
companhias poderão resolver do que quanto elas irão faturar no próximo
trimestre.

 

  • Gerd leonhard brazil egossistema
  • Gerd brazil personal information become payment
  • Gerd leonhard brazil banner futurist ego to eco
Gerd leonhard brazil banner futurist ego to eco

 

 

This post has been read 289 times!

Share This:Share on FacebookTweet about this on TwitterBuffer this pageShare on LinkedInShare on TumblrShare on Google+Pin on Pinterest

Learn about the future

original feedView Feed XML

Learn about me

×
Google+